Estão abertas as inscrições para curtas-metragens participarem do projeto EmPodera!, sendo aceitos filmes com temática de gênero, voltados principalmente para o empoderamento feminino, produzidos a partir de 2010, com duração máxima de 35 minutos, podendo ser ficção, documentário, animação, videoclipes ou vídeos experimentais.
 

Estão abertas as inscrições para o Curta Ecofalante, concurso que premia produções de estudantes universitários, de cursos técnicos e de Ensino Médio. Os curtas selecionados serão exibidos na primeira quinzena de junho, em cinemas e espaços culturais da cidade de São Paulo, na 6ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental. A premiação tem três categorias: Melhor Curta Ecofalante – Ensino Médio; Melhor Curta Ecofalante – Ensino Técnico e Universitário, com prêmio de R$ 3.000,00; e Melhor Filme – JÚRI POPULAR.
A 11ª edição da MOSCA – Mostra Audiovisual de Cambuquira, que acontecerá entre 12 e 16 de julho, está com inscrições abertas, até 12 de março, através do site www.mostramosca.com.br. Podem ser inscritos filmes de qualquer categoria e gênero com duração máxima de 25 minutos. O caráter competitivo se dará apenas através do Júri Popular. Os espectadores poderão votar nos curtas ao final de cada sessão para escolher os premiados.
 
A MOSCA é uma mostra de filmes de curta-metragem que acontece na antiga sala de cinema de Cambuquira, cidade do Circuito das Águas no Sul de Minas. O antigo cinema permaneceu fechado por 20 anos e foi reaberto como espaço cultural em 2001.

O Grupo de Debates Tributários do Rio de Janeiro, em parceria com a Escola da Advocacia Geral da União, com o apoio do Sicav, realizarão mais um Seminário Tributação Setorial – Audiovisual. O evento acontece no dia 1º de junho, no auditório da Escola da AGU (Rua da Assembleia, 77, 13º andar – Centro, Rio de Janeiro), a partir de 8h30.

O tráfego móvel global crescerá sete vezes entre 2016 e 2021, passando de 87 EB para 587 EB, revela a nova edição do estudo Visual Network Index Mobile da Cisco. Se comparado com 2011, é um crescimento de 122 vezes em dez anos. A pesquisa considera como tráfego móvel aquele que utiliza as redes celulares – desta forma, os dados trafegados em redes Wi-Fi, ainda que oriundos de dispositivos móveis, como smartphones e tablets, não estão incluídos nesses números. O tráfego móvel mensal no mundo passará de 7 EB para 49 EB. O tráfego móvel médio mensal por usuário subirá de 1,4 GB para 8,4 GB. E o tráfego médio mensal por conexão, por sua vez, passará de 902 MB para 4,2 GB.